Dor Muscular

dores_muscularesAs dores musculares, como o próprio nome já diz, são dores que afetam os músculos, podendo ser localizadas ou disseminadas por todo o corpo. As causas podem ser diversas, como trauma ou choque, reumatismo, contusões, mudança de temperatura, excesso de sobrecarga muscular, esforço físico intenso, etc.

As dores podem por vezes ser tão intensas que prejudicam as atividades diárias. É aconselhável que o paciente procure um médico se a dor muscular persistir por mais de 3 dias. Para evitar a mialgia, alguns cuidados são necessários como alongamento e aquecimento antes e depois dos exercícios, respeitar o limite de sua força e também evitar posições desconfortáveis.

Definição

As dores musculares ou mialgia são dores físicas desagradável localizadas nos músculos estriados.

Lembre-se que o músculo é um órgão que garante o movimento de cada parte do nosso corpo. Há três grupos musculares: músculos estriados ou esqueléticos que se inserem nos ossos e pele, o músculo liso que forma a parede das vísceras, e, finalmente, os músculos cardíacos. Os músculos estriados se contraem sob o controle de nossa vontade.

Causas

A mialgia pode ser localizada ou generalizada.

A dor localizada normalmente aparece durante as cãibras e contusões. Além disso, a sobrecarga muscular e o fato de não beber água suficiente e não aquecer antes do esforço físico facilitam a sua aparição. Em outros casos, trauma com choque, alongamento, deformação ou ruptura muscular podem causar dor nos músculos. Estas anomalias normalmente afetam os atletas, especialmente se eles não estão bem equipados.

Causas comuns da dor muscular generalizada são gripe, poliomielite, vírus da hepatite C, malária e algumas doenças bacterianas. Reumatismo, hipotireoidismo, osteomalacia ou amolecimento dos ossos, artrite reumatoide e lúpus eritematoso sistêmico afetam nossos músculos. É o mesmo para as alterações dos músculos como rabdomiólise, uma destruição patológica dos músculos causada por certos medicamentos, como as estatinas.

Finalmente é importante notar que o risco de sofrer da dor aumentacom a idade, apesar de existirem perturbações musculares de origem genética.

Sintomas

A dor muscular se manifesta em um músculo ou num conjunto de músculos por todo o corpo. O tipo de dor do tipo estiramento é o mais ocorre mais frequente, mas sensação de esfaqueamento, queimação, picada, formigamento ou dormência podem existir.

A dor geralmente ocorre após o esforço muscular excessivo, um momento de estresse ou a mudança climática, mas também pode ocorrer sem causa aparente.

O fato de mobilizar a pessoa lesada pode agravar ou atenuar a mialgia. Dependendo de sua intensidade, pequenas pressões podem aumentar a dor muscular.

As áreas principais de dores musculares incluem o pescoço, membros, coluna vertebral, quadril e em torno das articulações, mas as costas, ombros e tronco também podem ser afetados.

De acordo com a sua origem, a dor muscular pode ocorrer com outros sintomas específicos, como a dificuldade de mobilizar o corpo ferido, inchaço, presença de coloração azul, rigidez, atrofia muscular ou febre.

Diagnóstico

Para confirmar o diagnóstico, o médico questiona o paciente, examina e possivelmente prescreve exames de sangue, biópsia muscular, eletromiografia ou ressonância magnética. De fato, é o médico que irá diferenciar a mialgia de outras doenças que podem ser de origem articular ou cardíaca.

Complicações

Geralmente, a dor muscular não representa um perigo potencial. No entanto, quando a dor é muito intensa ou intolerável, o doente pode ter uma sensação de desconforto. Ele pode ter dificuldade em respirar e desconforto no estômago devido ao aumento na secreção de ácido gástrico. Em casos extremos, perda de consciência ou desmaios podem pôr em risco a vida da vítima. Às vezes, a dor pode causar complicações ou de ordem mental ou renal.